Faça uma pergunta
Indústria Automotiva, Mobilidade Verde, Bateria de carro

Diesel ou carros elétricos? Por que os europeus estão escolhendo carros de baixa emissão?

08 março 2022

De acordo com as últimas estatísticas de vendas da ACEA e observações de especialistas automotivos independentes, os carros elétricos se tornaram a segunda escolha mais comum na Europa. Isto significa que, pela primeira vez na história do continente europeu, foram vendidos mais carros elétricos do que carros a diesel. Esta é uma tendência permanente ou apenas uma exceção à regra?

Segundo a ACEA, um em cada cinco carros vendidos na Europa no terceiro trimestre de 2021 era um veículo elétrico. Juntos, carros elétricos e híbridos geraram até 20% da receita no período. As vendas de carros movidos apenas a eletricidade (BEVs) aumentaram 57% e os híbridos plug-in, 43%. Esta é a primeira vez que isso acontece na história, pois até agora a segunda escolha mais comum eram os carros a diesel, cuja participação nas vendas caiu abaixo de 18%. Essa tendência é confirmada por dados de analistas independentes, de dezembro de 2021, que indicam que os BEVs representaram 20% das vendas. De acordo com alguns analistas de mercado, tais estatísticas podem ser resultado principalmente da estagnação que a indústria automotiva vive atualmente. Conforme mostrado pelos dados da ACEA de novembro de 2021, as vendas de todos os carros novos caíram até 20% no geral, devido, entre outras coisas, a interrupções no fornecimento de semicondutores relacionadas à pandemia de COVID-19. Então, podemos dizer que o ano passado foi representativo o suficiente para mostrar o quadro completo do mercado? Como a demanda por determinados tipos de veículos pode evoluir no futuro?

As vendas de carros elétricos estão em alta em todo o mundo. Será o fim dos carros a diesel?

De acordo com o relatório da ACEA, a participação dos carros a diesel nas vendas totais de julho a setembro caiu até 10 pontos percentuais, de 27,8 para 17,6%. Essa é uma grande mudança, considerando que, em 2015, eles representavam até metade das vendas. Veículos com esse tipo de propulsão são muito populares na Europa há muito tempo – principalmente devido ao preço mais favorável do óleo diesel, em comparação com a gasolina. Além disso, os motores diesel modernos queimam muito menos combustível do que os motores a gasolina, mas geram mais emissões nocivas para a atmosfera. A atenção para este fato foi chamada pelo escândalo de escapamento de grande repercussão em 2015 relacionado à instalação de software ilegal que permitiu melhorar os resultados dos testes de emissões em alguns modelos de carros a diesel.

Veja também: Emissões de CO2 automotivo – Como reduzir a pegada de carbono da indústria automotiva?

Os regulamentos atuais em vigor na União Europeia pressupõem uma redução final das emissões de CO2 dos carros em 37,5% até 2030, enquanto a Comissão Europeia está se esforçando para acelerar a implementação da meta de emissão zero para a indústria automotiva. Já hoje, mais e mais empresas de automóveis estão fechando seus departamentos de desenvolvimento de motores a diesel e até mesmo estabelecendo datas anteriores para a cessação das vendas deste tipo de veículos. Vale lembrar, no entanto, que metas tão amplas também eliminarão do mercado os carros a gasolina, que hoje respondem por até 40% das vendas do mercado de veículos novos.

Veja também: A era Diesel está chegando ao fim?

Carros elétricos – o preço ainda é muito alto?

Alguns observadores do mercado afirmam que o “boom” europeu de veículos elétricos é impulsionado principalmente por entusiastas mais ricos da tecnologia verde e subsídios para carros elétricos oferecidos por alguns governos. Também vale a pena notar que esses aumentos maciços na demanda por BEVs durante o período do estudo foram gerados apenas pelos quatro maiores mercados europeus, como Itália, com crescimento de até 122%, Alemanha (62,7%), França (34,6%). e Espanha (21,8%). Além disso, destaca-se que, apesar dos subsídios para carros elétricos, eles ainda são inacessíveis para pessoas com rendimentos médios e, portanto, continuam sendo um luxo que apenas poucos podem realmente desfrutar.

Quanto custa carregar um carro elétrico?

Além disso, à medida que os preços da eletricidade aumentam, até mesmo carregar um carro elétrico em casa se torna cada vez menos viável. Levando tudo isso em consideração, gerar demanda de longo prazo e vendas em massa que darão aos fabricantes de carros elétricos um lucro adequado pode ser uma tarefa difícil. Certamente seria mais fácil se os preços dos carros elétricos fossem reduzidos.

Quais são algumas maneiras de reduzir o custo de produção de carros elétricos?

O custo de produção dos carros elétricos chega a ser 50% maior em relação aos carros de combustão interna, segundo representantes de grandes empresas automotivas. Enquanto isso, o tempo relativamente curto que os fabricantes têm para ajustar a produção para atender aos limites rígidos de emissão de CO2 está fazendo com que eles se concentrem em oferecer SUVs grandes e carros elétricos relativamente caros. Há preocupações de que muitas pessoas não consigam comprar um carro novo, o que pode até levar a um mercado cada vez menor.

Qual é o melhor carro elétrico em termos de custo-benefício?

Uma solução proposta que poderia resolver esse problema é a produção de carros elétricos citadinos econômicos, de pequeno alcance e acessíveis. Isso, no entanto, exigirá mudanças na legislação atual, apoio do governo e tecnologias mais baratas que permitam a produção em massa e econômica de médio a alto volume de peças de carros elétricos. Uma delas é a tecnologia de moldagem de polipropileno espumado EPP, que permite a produção econômica de uma ampla gama de peças para carros elétricos modernos. As excelentes propriedades deste material de espuma, como baixo peso, isolamento térmico e absorção de choques, levam ao seu uso em painéis de assentos, forros de teto, portas e até carcaças de baterias para carros elétricos. A versatilidade, durabilidade e sustentabilidade deste material significa que agora representa 20-25% de todos os plásticos usados ​​em carros modernos. Alarga a sua gama, melhora a segurança passiva e o conforto e pode ser perfeitamente adaptado às necessidades individuais.

Precisa de suporte?

Faça uma pergunta.

Política de cookies

Este site usa cookies. Ao continuar a navegar no site, você concorda com o uso de cookies.
Descubra mais | Perto

 

Contato

Faça sua pergunta em uma pesquisa individualizada e vamos lhe dar uma resposta detalhada, em qualquer país/região onde você precisar de nosso apoio.